Lei Direto






Novidades


Decreto 6523/08 Lei dos Call Centers

Regulamenta a Lei no 8.078, de 11 de setembro de 1990, para fixar normas gerais sobre o Serviço de Atendimento ao Consumidor - SAC.

Comentários

# 1
27/08/2008

Anwar R Hioni

escreveu:

Empresas prestadoras de serviços essenciais serão alvo de aproveitadores, que logo de inicio irão procurar as empresas para realizar suas queixas e até solicitar serviços. Não é preciso trabalhar no meio de Call Center para saber que tais empresas não estarão preparadas para atender a demanda que vira nos primeiros meses. As empresas terão muito pouco tempo para se adaptar a este decreto. Não posso negar, como consumidor, que me sinto muito mais valorizado, mas como trabalhador do meio, vejo que existirão vários problemas a serem sanados e varias questões que precisam ser tratadas. Este Decreto causou e ainda causara mais polemica do que se imagina. Mas deixemos 1º de Dezembro chegar para constatar o mérito do assunto.

# 2
15/09/2008

Eliane Rabelo

escreveu:

Lu;

Achei interessante essa materia!

abraços!

# 3
02/10/2008

Claudelino Martins Garcia

escreveu:

Ao ler o dec.6.532/08, fico me imaginan do que será mais um para não ser cumpri do,uma vez que os Procons não tem nenhum respaldo juridico para que a empresa cumpra o que esta na lei, ja qe existem tantas e não são cumpridas legalmente, pelos órgãos competentes, ou qd não determinam que a empresa pague um valor irrisório, e ai volta a cometer o mesma infração.Isto não será com esta lei ou decetro mas com quase todos estão em vigor.
Não precisa fazer mais leis precisa sim que façam cumprir as que ja tem...

# 4
17/10/2008

Alex

escreveu:

achei muito boa por que vai favorecer o consumidor e tambem a quem esta a procura de empregos pois como atualmente todos os call center trabalham com cancelamento de serviços ate as 22 horasç.e sendo 24 horas a oferta de emprego vai ser maior

# 5
27/10/2008

katia mendes

escreveu:

Trabalho no meio e fico preocupada pelos prazos que restaram aos call center se adequar, em atendimento ao decreto. Porém, por outro lado fico feliz por ver a expansão do mercado de trabalho nesta atividade fim que irá conseqüentemente abrir mais espaço e qualificações desse profissional. Sr. Presidente, vamos investir na especificação e cursos superior para este mercado de Call Center, saiba que como Nordestina que sou, teria que ir para São Paulo e isto torna-se inviável para mim e muitos outros profissionais da área de Call Center aqui do NE. Lembre-se de nós "Companheiro".

# 6
27/10/2008

Eduardo Gribel

escreveu:

Precisou que um membro do atual governo fosse vítima do descaso com que somos tratados por essas empresas.
Acredito que esta lei deve pegar sim, apesar das dificuldades com relação aos orgãos fiscalizadores. O cidadão precisa, também, fazer a sua parte, não permitindo que as coisas continuem do mesmo jeito.

# 7
29/10/2008

Klyvellan

escreveu:

Esse decreto veio a insurgir-se contra as ingerências das empresas que não respeitam consumidores.
De fato, a normatização da qualidade do serviço em nada irá restringir as empresas que já possuem um sistema de valorização para com o cliente.
A empresa que não se adaptar deve passar por um processo de supressão natural do mercado.
Teoria do risco, não respeitou, não sobreviverá. Quem não estiver preparado, que apague as luzes de sua empresa e boa noite.

# 8
04/11/2008

Cristiana Soares

escreveu:

Se vingar realmente esta nova lei a partir de dezembro temos como diminuir, talvez, a insatisfação e o cansaço do atendimento telefônico. Já dispomos de uma era de inovações e que poupar tempo é primordial, principalmente quando se trata de atendimento telefônico, que deve ser o mais breve possível.

# 9
04/11/2008

Nelson Kurgan Junior

escreveu:

Caros, a ferramenta de chat é ideal para cumprir todas as exigencias. Não tem segredo! Não é nada complicado integrar ferramenta de chat. Aqui em SP temos diversas empresas que fornecem execelentes sistema standalone funcionam perfeitamente. Instalação super simples e rápido... A dificuldade maior é adequar as árvores de atendimento para cada produto e treinar as pessoas. Nada impossível.

# 10
07/11/2008

ELANO AGUIAR

escreveu:

É profundamente lamentável que quase duas décadas após a edição do CDC(código de defesa do consumidor-lei 8.090/90)necessitamos de um Decreto para fazer valer os nossos direitos, que por tanto tempo, foram desrespeitados pela grande maioria de empresas que visam exclusivamente o Lucro. Eu mesmo já sofri na mão de uma delas, pois quando quis cancelar um serviço era jogado de atendente em atendente e tinha que repetir tudo de novo, numa clara atitude de nos cansar fazendo que desta forma desistissemos do nosso objetivo. Para as empresas que queiram respeitar o consumidor, basta colocar em prática o artigo 8º do Decreto, que trata dos Princípios da dignidade, boa-fé, transparência, eficiência, eficácia, celeridade e cordialidade.

página atual: 1 | Próximo |
|1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |

Seu Comentário

Nome:


E-mail (não será publicado):


Site (opcional):


Título (opcional):


Comentário:


Repita o código acima:

Receber novos comentários por e-mail?
Sim Não

Área de Acesso



Dados

64 Comentários

Sem Nota

Avalie

Relacionados

Andreia escreveu:
sobre a Lei 10455

acesso...

8JQQdC1xTL escreveu:
sobre a Decreto Lei 8662

I went to tons of links before this, what was I thigkinn?...

waldecir escreveu:
sobre a Lei 13103

sou servidor publico, com o cargo de motorista. será necessário a inclusão da atividade remunerad...

Aristides Rocha escreveu:
sobre a Lei 13063

A Lei 13063 /14 isenta os aposentados de perícia,mas a medida provisória 739 de 07/07/2016 autoriza...

FRANCISCO MARTINS escreveu:
sobre a Lei 8878

TAMBÉM SOU ANISTIADO E ENTREI NA JUSTIÇA FEDERAL PEDINDO A CONTAGEM DE TEMPO DO INSS E A JUIZA NÃO M...